[Resenha] Esposa 22 - Melanie Gideon


Bom Dia ūüíó Hoje temos a segunda resenha da nossa nova resenhista do blog, Nathalia Cavalcanti, se voc√™ ainda n√£o conferiu a primeira resenha postada por ela aqui no blog foi do livro Quase Casados da autora Jane Costello(clique aqui para ir a p√°gina da resenha) e nessa segunda resenha ela escolheu o livro Esposa 22 da autora Melanie Gideon

 Dados do Livros
Resultado de imagemTitulo: Esposa 22
Autor: Melanie Gideon
Quantidade de P√°ginas: 396
Editora Intrínseca
G√™nero: Literatura Estrangeira / Romance
Ano: 2012
Skoob: Clique Aqui
Sinopse: Alice e William Buckle se casaram apaixonados. Mas, dois filhos e quase vinte anos depois, Alice est√° entediada. Por isso, quando recebe um convite por e-mail para participar de uma pesquisa on-line sobre casamentos, ela aceita num impulso. Respondendo √†s perguntas enviadas por um pesquisador an√īnimo e carism√°tico (Pesquisador 101), Alice (Esposa 22) tem a oportunidade de reexaminar a hist√≥ria do pr√≥prio relacionamento.





Resenha:
Este livro foi uma grande surpresa para mim, principalmente porque a protagonista tem uma realidade de vida a qual eu n√£o experimentei e nenhuma jovem da minha idade experimentou. Alice Buckle tem 44 anos, 2 filhos adolescentes e um casamento de 20 anos que est√° “em crise”. N√£o que seja uma crise propriamente dita, mas imaginem, voc√™s que possuem namorados h√° um tempo: seu namoro esfriou com o tempo? Imagine um namorado de dois, tr√™s, cinco anos, seu namoro n√£o √© o mesmo dos primeiros meses, √©? N√£o, n√£o √©. Relacionamentos passam por fases, a fase apaixonada, cheia de carinhos e mordomias... a fase em que a paix√£o vai diminuindo, a fase do amor e infelizmente, algumas vezes, a fase da comodidade.

Alice est√° em um relacionamento h√° vinte anos, est√° pior do que a fase da comodidade, ela est√° numa fase em que n√£o tem mais conversa demoradas com o marido, faz sexo uma vez por m√™s e olhe l√°... Ela quer ter um casamento feliz, mas est√° triste. Seu casamento est√° “fadado”. Ela n√£o sabe o que fazer. E a√≠ √© o que acontece neste livro, ela faz uma pesquisa sobre como ter um casamento feliz e recebe um convite para participar de uma pesquisa online sobre casamentos. Ap√≥s pesquisar a veridicidade da institui√ß√£o, aceita. E √© nesse ponto onde a hist√≥ria come√ßa de verdade. 

A personagem come√ßa a responder as perguntas do Pesquisador 101, perguntas que a faz reavaliar seu casamento, come√ßando a se lembrar do in√≠cio do seu relacionamento, o quanto foi e √© apaixonada pelo seu marido e como este relacionamento chegou ao ponto onde est√°. Mas al√©m de responder estas quest√Ķes, ela come√ßa a ter conversas com este Pesquisador, come√ßa a se interessar por ele. √Č algo novo em sua vida, sua vida antes pacata, sem muitas emo√ß√Ķes.O Pesquisador 101 d√° a aten√ß√£o que o marido dela n√£o d√°, ele faz as perguntas que o marido n√£o faz. Apesar de ser o trabalho dele, ele est√° l√° mostrando interesse por ela e ela sentia muita falta disso. E assim Alice vai ter este dilema: este pesquisador carism√°tico ou o meu marido? Voc√™, leitor, vai tamb√©m ter este dilema. O marido de Alice, no come√ßo, tamb√©m estava muito acomodado, ausente, mas vai melhorando ao longo do livro e talvez ela n√£o perceba estas mudan√ßas.

Este livro tamb√©m toca no ponto do relacionamento entre a m√£e e os filhos, ela √© uma m√£e envolvida, muito engra√ßada. Sua filha mais velha anda se afastando muito e ela fica preocupada, pensa que a filha tem dist√ļrbios, seu filho j√° √© mais pr√≥ximo, gosta de assistir filmes de romance e ela acredita que o filho √© gay e deveria se assumir, apesar dele n√£o ter feito isso. H√° tamb√©m uma cr√≠tica √†s redes sociais, quanto isso afeta nossa vida? At√© quanto deixamos de aproveitar a vida real para viver num mundo virtual?

"(...) Eu nem preciso olhar pela janela para ver como est√° o clima. Posso ter a previs√£o do tempo todas as manh√£s, enviada diretamente para o meu laptop. Existe coisa melhor?
Cordialmente, Esposa 22.

(...)Existe: ser pego de surpresa pela chuva.
Tudo de bom,
Pesquisador 101."

Alice possui muitas d√ļvidas, quanto ao seu trabalho, seu corpo, seu casamento, seus filhos... Ela √© professora de Teatro em uma escola meio per√≠odo. Ela gosta do seu trabalho, mas talvez ela s√≥ esteja cansada dele, cansada da vida dela. Mas ela podia ter sido mais que isso? Ela poderia ter produzido pe√ßas, virado uma √≥tima roteirista? Ela poderia ter uma vida diferente? Seu corpo poderia ser melhor? Ela poderia ser melhor m√£e? Melhor esposa? Por fim, ela poderia salvar seu casamento? A maioria dos seus questionamentos s√£o os de qualquer mulher e isso que torna o livro real. Acredito que mulheres na idade dela ou com uma vida parecida ir√£o se identificar.

Um dos pontos negativos desse livro √© que √† medida que voc√™ vai lendo a pesquisa sobre o casamento, aparecem apenas as respostas de Alice e n√£o aparecem as perguntas do pesquisador, estas perguntas est√£o apenas do final do livro. Ent√£o √© um pouco inc√īmodo isso. Outro ponto negativo, nesse caso √© pessoal, √© que eu descobri todas as “partes mist√©rio” do livro muito r√°pido e olha que eu n√£o sou de descobrir as coisas r√°pido assim, na maioria das vezes meus palpites s√£o errados.

Este livro possui uma história, mesmo contada de forma branda, real. Uma história que muitas mulheres podem passar. Um casamento esfriado pelo tempo. Como driblar o tempo? Como fazer para reanimar o casamento? Principalmente, como não deixar o casamento chegar neste ponto? O amor está ali, mas como não deixar a paixão acabar? Além disso, o livro é engraçado, divertido, simples e que ao mesmo tempo nos faz pensar sobre a vida.

NOTA: 4/5

Onde Comprar: Amazon - Americanas - Submarino

5 coment√°rios:

  1. Ola Nathalia, tudo bem?
    Me diverti muito com a sua resenha, acredito que vou amar essa leitura. Sabe o que é melhor? Os autores estão escrevendo enredos totalmente novos o que nos deixa ainda mais ansiosos pela leitura. Amei a dica. Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Ahhh eu adorei esse livro! Li em 2014 eu acho e ele t√° guardadinho aqui para ser relido.
    Também me incomodei com o fato das perguntas virem em um "anexo" ao final do livro, mas na minha releitura vou olhar as perguntas juntamente com as respostas.
    Tamb√©m descobri o mist√©rio antes do tempo, ali√°s tinha minhas d√ļvidas, n√©!? Mas √© um livro t√£o gostosinho, a forma como √© narrado a gente l√™ e chega ao fim sem nem perceber, sem contar que √© divertido e traz algumas reflex√Ķes.

    Beijos,
    Kemmy - Duas Leitoras

    ResponderExcluir
  3. Oiii Nathalia, tudo bem?
    Esse foi um dos livros que li ano passado e confesso que achei um porre, em alguns momentos achei a personagem bem divertida, mas enjoada pra caramba em outros momentos, foram muitas páginas para pouca história, parabéns pela resenha e fico feliz de acompanhar seu trabalho por aqui.
    Beijinhos da Morgs! <3

    ResponderExcluir
  4. Ol√°,
    Achei a premissa bem interessante pelo fato de ainda não ter vivenciado tal situação, porém já estou casada a alguns anos e fiquei intrigada para saber quais as perguntas, se nos fazem refletir e, claro, as respostas da nossa personagem.
    Achei ruim as perguntas só estarem no final porque quebra um pouco o ritmo de leitura.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oie
    eu tenho o livro faz um boooom tempo mas acabou que n√£o tive tempo de ler e quero muito, vejo muitas opini√Ķes divergente e √© chato saber dessa parte meio incomoda dele, mas quem sabe esse ano eu finalmente consiga

    beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Regras para os Coment√°rios:

- Seja educado e n√£o use palavras de baixo cal√£o;
- Comentários hostis e racistas serão excluídos;
- Deixe o link do seu blog, pois retribuo todos os coment√°rios;