{Resenha 180} Ambiguidade - Eulálio Hereda


Bom Dia, hoje temos a primeira resenha do mês e ela ainda é de uma leitura do concluída no mês passado, se você gosta de um livro que te traga boas reflexões com doses de religiosidade não deixe de conferir a resenha abaixo.

*E-book cedido pelo autor para
ser resenhado no blog.
Titulo: Ambiguidade: Quando um dom se torna conflitante
Autor: Eulálio Hereda
Quantidade de Páginas: 551
Publicação Independente
Gênero: Literatura Nacional / Romance / Ficção
Ano: 2015
ISBN: 9788591947706
Skoob: Clique Aqui 
Sinopse: Um jovem desconhece que possui o dom de curar pessoas. À medida que ele desconfia do que é capaz de fazer, eventos inesperados vão acontecendo e revelando um dilema entre dedicar sua vida para atender aos anseios dos necessitados ou simplesmente se manter no anonimato e seguir com sua rotina de trabalho e estudos. No entanto, seu dom é revelado como sendo um milagre e comparado aos que foram realizados por Cristo.
Compre:



Resenha
Josias todo dia segue a mesma rotina, acorda cedo pega um ônibus para Estação da Lapa(Salvador), depois segue a pé em direção ao trabalho, cumpre seu expediente para depois seguir para faculdade. Essa rotina acontece em dias normais da semana, mas nesta segunda-feira algo acontece que mudara não só suas rotinas como sua vida inteira sem que ele perceba de inicio.

Na estação da Lapa um velho cego o aborda pedindo esmola, normalmente Josias não da esmolas e anda sempre com o dinheiro contado do transporte para caso sofresse um assalto, mas algo fez com que ele resolvesse quebrar esse hábito e dar os poucos trocados que tinha para o senhor, sem perceber algo diferente ele segue o resto da sua rotina normalmente. O seu ato não só ajudou o senhor a comprar sua comida, mas milagrosamente o curou da cegueira trazendo a luz para seus olhos que nunca haviam enxergado.

Esse acaba não sendo o único acontecimento milagrosos que Josias presencia/opera e sem percebe outros vão acontecendo e o fazendo criar laços com pessoas como Lucio, que o ajuda em um assalto, e Ana, uma jovem que ele conhece no ônibus que tem uma profissão que causa preconceitos nas pessoas que descobrem e mesmo assim ela consegue despertas sentimentos nele.

"— Cada qual tem seu ponto de vista. Posso apresentar o meu, mas não posso forçá-lo que concorde e aceite. No entanto, eu não estou tendo compaixão por essas pessoas, estou apenas mostrando um ponto de vista no qual muitas vezes não observamos."

Com o decorrer da leitura vamos descobrindo que seu dom não é para todos e por isso trará grandes consequências para o protagonista que tem um bom coração e mesmo querendo ajudar a todos se vê no dilema de abrir mão de sua vida em pró das outras e assim se dedicar a curar e ajudar os necessitados.

A escrita do autor por ser bem descritivas em algumas parte tornam a leitura um pouco lenda e as vezes cansativas, mas o esforço para conclui-la vale a pena pois a cada novo capitulo somos presenteados com diversas reflexões sobre preconceitos, modo de vida e religião. Mesmo a religiosidade sendo bem presente durante a leitura não chega a ser algo incomodo e também não foca em apenas uma religião, trazendo assim um contexto mais amplo.

O final deixa uma lição como quase todos os acontecimentos do livro e nos levam a refletir. Os personagens são bem estruturados com seus pontos positivos e negativos que os torna humanos e reais.

Então se você procura uma leitura cheia de ensinamentos e reflexões Ambiguidade é sem duvida uma ótima dica para você, além claro de ser uma obra de um autor nacional <3

Nota:
(Muito Bom)

40 comentários:

  1. Literatura nacional sempre me encanta, ainda mais quando mostra a bondade do ser humano, superação e nos mostra que milagres existem! :D
    Quero demais ler! ^^
    Beijo, Min

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você possa lê-lo sim, vai adorar *-*

      Excluir
  2. Obrigado Jéssica por ter lido e resenhado esse livro. Sou muito suspeito de falar de minha própria obra, tenho grande orgulho de tê-la produzido. Reconheço que a religiosidade como tema acaba afastando o interesse de alguns leitores, mas como você mesma descreveu, não se torna um incômodo.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Denada, espero poder em breve ler mais de seus livros *-*

      Excluir
  3. Adoro nacionais, mas nunca tinha ouvido falar dessa obra. Dica anotada e parabéns pela resenha!

    Beijokas da Quel ¬¬
    Literaleitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sempre bom conhecer um novo nacional neh? *-*

      Excluir
  4. Olá.
    Eu nunca tinha ouvido falar neste livro, nem no autor.
    Ele não está no meu gênero, então sismei um pouco com ele.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pena que ele não seja seu estilo de leitura...

      Excluir
  5. Oi Jéssica!
    Nossa, adoro livros que nos fazem pensar e refletir sobre a vida. Não conhecia essa história mas já fiquei muito curiosa e espero ler este livro em breve. É sempre muito bom saber que os autores nacionais estão publicando livros tão bons assim, não é mesmo?
    Beijos
    Carol
    www.sobrevicioselivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Carol, ele trás belas reflexões, então se você curte esse tipo de leitura vai adora-lo *-* É sempre bom mesmo <3

      Excluir
  6. Olá! Que leitura maravilhosa essa! Ficou apaixonada pela premissa com sua resenha!

    Beijão da Lari!
    Brilliant Diamond | Fan Page

    ResponderExcluir
  7. Jéssica, gosto de livros que deixam lições e reflexões, mas não consegui me empolgar com esse para ficar com vontade de ler.
    Então passo a dica.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem? Gosto de livros que passam boas mensagens e leio bastante livros religiosos, principalmente os católicos, que é a minha religião. Esse parece falar sobre caridade, amor ao próximo e entrega, então despertou em mim a vontade de ler! Pena que o autor deixou algumas passagens do livro com uma narrativa um pouco mais lenta.


    Beijos,

    Mari
    cantinhodeleituradamari.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mari, tenho certeza que mesmo com as partes lentas você vai adorar a leitura *-*

      Excluir
  9. Oi, Jéssica! Esse me pareceu ser um livro bem diferente do que eu costumo ler. Por isso mesmo pretendo dar uma lida nas primeiras páginas na minha próxima visita à livraria. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, na própria Amazon você pode solicitar uma prova, quem sabe você não acabe curtindo ele *-*

      Excluir
  10. Oi! Tudo bem?

    Hum... Geralmente livros que envolvem religiosidade não me atraem nem um pouco. Assim que iniciei a leitura da resenha, já vi que o livro não é para mim. Mas, conforme fui avançando na leitura, sabe que até fiquei interessada? Ainda mais depois de você dizer que a religiosidade é ampla e não focalizada.

    Beijos,

    Juliana Garcez | Livros e Flores

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Juliana, fique feliz que a resenha tenha ajudado a despertar seu interesse, quem sabe você não acabe curtindo bastante ele *-*

      Excluir
  11. Vou ser sincera: o livro não me chamou atenção.
    Gostei da temática e dos ensinamentos presentes na obra, mas a premissa não me interessou e saber que o autor possui narrativa descritiva me desanimou muito, infelizmente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pena que ele não tenha chamado sua atenção...

      Excluir
  12. Estou fugindo um pouco de leituras lentas, mas leria o livro pela diferença que ele traz e pelas reflexões também.
    bjs, bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesmo com a leitura um pouco mais lenta ele vai super a pena ser livro pleas suas reflexões e mensagens *-*

      Excluir
  13. Acho que o livro não me chamou muita atenção, e eu também não gosto muito de enredos que demoram pra se desenvolver, sabe? Acho que não é um livro que vai combinar comigo.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem?
    Que legal, uma obra nacional e ainda de publicação independente!
    Vale a pena ler e dar essa força a literatura Brasileira!

    até mais,
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem?
    Eu achei o enredo do livro bem interessante, mas não sei se seria o livro ideal pra mim nesse momento. Se eu tivesse lido essa resenha há uns cinco meses atrás compraria o livro na hora!
    Beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pena que não seja uma leitura para você nesse momento, quem sabe mais para frente? *-*

      Excluir
  16. Ei, tudo bem?
    Apesar de a história trazer grandes reflexões para nós, não me senti interessada em lê-lo. Não é o tipo de história que me atrai, mas para quem curte é uma boa indicação.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  17. O número de página me assustou bastante e mesmo com as lições e as reflexãos, esse livro não é para o meu momento atual, quem sabe no futuro ><

    Abraços & até!

    lendoferozmente.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara que de uma chance para ele no futuro *-*

      Excluir
  18. Oi, tudo bem?
    Nunca tinha visto esse livro por ai e confesso que ao ver o número de folhas e saber que as vezes a escrita é muito descritiva me desanimou um pouco, mas acredito que deve valer a pena mesmo, então marquei a dica ;)

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  19. Olá,
    Estou acompanhando os comentários e preciso fazer alguns agradecimentos e observações.

    É muito gratificante ver que as pessoas estão valorizando a literatura nacional, temos um potencial criativo que pode se igualar ou superar as literaturas estrangeiras. Também dou muito valor aos escritores nacionais.

    Este livro ainda não faz parte das prateleiras físicas das principais livrarias, infelizmente. Como viram, sou um autor novo e desconhecido do mundo literário e tenho que agradecer a oportunidade e disposição de Jéssica em ler minha obra, principalmente em saber que ela gostou e avaliou como muito boa.

    É de se esperar que a temática do livro não venha agradar a alguns leitores e que as páginas assustam. Mas espero que não fiquem estigmatizando e acreditando que todos os livros lançados por mim seguem essa premissa. Pelo contrário, os outros dois livros são completamente diferentes de si e de Ambiguidade.

    Agradeço a todos que comentaram aqui, se tiverem a oportunidade de ler não se arrependerão.

    Abraços!

    Eulálio Hereda
    http://eulaliohereda.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha acompanhado os comentários e espero que muitos outros leitores se aventurem nas suas obras *-*

      Excluir
  20. Oiee, tudo bem?

    Gosto de livros reflexivos, mas não tanto destes que tratam de religiosidade. Esse tipo de livro sai um pouco da minha zona de conforto. Você comentou que este é um livro muito descritivo... acho que isso ia me incomodar. Não gosto de histórias muito detalhadas.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Kel, quem sabe ele mesmo saindo da sua zona de conforto não te conquiste? *-*

      Excluir

Regras para os Comentários:

- Seja educado e não use palavras de baixo calão;
- Comentários hostis e racistas serão excluídos;
- Deixe o link do seu blog, pois retribuo todos os comentários;