[Entrevista com o Autor] Catalina Terrassa


Boa Tarde!!! Hoje temos a primeira entrevista do blog <3 Como eu já comentei esse mês estou começando um quadro de entrevista com os autores parceiros do blog e assim você poderão conhece-los melhor, saber se suas inspirações para escrever o livros são próximas de seus gosto e ter esse contato mais próximo dos nossos queridos autores.

A primeira entrevista foi feita com a autora Catalina Terrassa, eu já resenhei um de seus livros no começo deste ano e esse mês saiu a continuação dele que também será resenhada no blog em breve.

1 – Catalina poderia se apresentar para seus  leitores  e  futuros leitores?  (Fale  um pouquinho de você).
Catalina Terrassa: Primeiro gostaria de agradecer a oportunidade que recebi da Jéssica (Dona do blog), que mesmo antes de fechar a parceria comigo, já mostrou um grande entusiasmo pelo meu trabalho e agradeço muito por isso. Falar sobre mim é sempre um grande desafio. Nunca consigo me descrever, mas posso dizer que sou um pouco louca (No bom sentido), sou muito bocuda. Falo o que penso e às vezes causo um grande desconforto nos outros, já que não tolero hipocrisia. Mas não sou nenhum monstro da palha. Adoro Harry Potter, os filmes da Marvel (E gosto deles desde a época que saiu o primeiro X-Men, lá em meados de 2000). Adoro Supernatural, Grimm. Adoro ouvir música (Rock),Sou viciada em chá e chocolate. E tenho quatro cachorros: Pitty, Amy, Hermione e Max.


2 – Além da série de livros A Chave Mestra, você tem outros livros publicados, poderia dizer qual  e o que você mais gostou de escrever (Sei que é como falar qual é seu filho favorito, mas todo mundo, mesmo não admitindo tem um)?
EntorpecidaCatalina Terrassa: Tenho outras  duas  séries/trilogias.  A primeira  é  Lua Escarlate,  publicada  em 2009.Inicialmente pelo Clube de Autores e depois o 1º livro foi re-publicado pela APED Editora.Porém, no próximo ano não terei mais o contrato com a editora e os três livros, mais os três spin-offs estarão de volta no Clube de Autores e na Amazon.A outra é Almas, essa é uma trilogia. Eu a trato como uma, porque apenas terá três livros sem spin-offs ou contos. É claro que um personagem secundário terá um livro solo, mas como a trama não aborda anjos ou demônios, não é exatamente um spin-off. Agora  qual  é  o  meu  favorito?  Essa  é  boa.  Gosto  das  três  séries.  Cada  uma tem  sua peculiaridade,  mas  fico  com Lua  Escarlate.  Foi  meu  primeiro  filho.  Foi  com ela  que comecei e foi com ela que aprendi o que era ser uma escritora. Com os erros e acertos que cometi nessa primeira série, aprendi a melhorar minha escrita e sempre a me desafiar como escritora.

3 – No livro Entorpecida, você faz algumas citações a outros livros, como por exemplo,Academia  de  Vampiros.  Você  os  escolhe  aleatoriamente  ou por ter lido  e  gostado deles?
Catalina Terrassa: Meus livros, na sua maioria são para o público jovem. Então, é uma obrigação minha lero que os jovens andam lendo. Se olharem minha estante vão pensar que ela pertence a uma adolescente ou no máximo a uma jovem de vinte e dois. Nunca vão pensar que é de uma mulher de trinta e cassetada. Escolho todas as citações de livros, filmes e séries de tv que amo. E eu adoro Vampire Academy. É uma das melhores séries de vampiros que já li. 

4  –  Hayley  (Protagonista  da  Série  A Chave  Mestra)  tem  um  humor divertido  e espontâneo. Você se inspirou em alguém (Amigo/família/personagem) para escreve-la ou a criou do nada?
Catalina Terrassa: Hayley é na verdade uma mutante (Já explico). Ela é a junção entre uma personagem de Lua Escarlate com a minha sobrinha. Lilly (Personagem de Lua Escarlate) foi totalmente inspirada na minha sobrinha e quando comecei a criar a Hayley, queria deixá-la parecida com a Lilly. Só alterei as características físicas e a deixei um pouco mais romântica. Coisa que a Lilly não era.

5 – O mundo mágico que nos deparamos na Série A Chave Mestra se mostra muitobem escrito, você se inspirou em algum livro ou filme para cria-lo?
Catalina Terrassa: Diferente de muitos escritores, não fui uma criança que amava ler. Apenas peguei gosto pela leitura, quando meu ex-namorado me obrigou a ler Harry Potter. Mas apesar de não ter lido na infância, adorava livros de mitologia. Tenho em casa um sobre mitologia Nórdica e Grega. E cresci assistindo filmes de aventura, como: Indiana Jones, Star Wars, O Feitiço deÁquila, Highlander, Jurassic Park, Willow. E minha adolescência foi marcada por Buffy – A Caça-Vampiros e Angel. Meus livros são basicamente uma mistura entre todos esses filmes, séries e livros. 

Luz Negra - Livro II6 – Luz Negra (Segundo livro da Série A Chave Mestra) foi lançado este mês, o que podemos esperar nesta continuação de Entorpecida? (Mate-nos de curiosidade).
Catalina Terrassa: Muitas surpresas (Eu sei, estou sendo vaga), mas é isso que vai acontecer. As coisas não são exatamente como foram apresentadas no livro anterior. Tem gente guardando segredos meio cabeludos. 

7 – Já tem  em mente quantos livros terá a Série A Chave Mestra?
Catalina Terrassa: A parte falando sobre Hayley se resume em três livros, após essa fase, pretendo escrever mais dois livros. Um é um conto falando sobre Ian Ward (Primo da Hayley) e o outro é...Uma surpresa, não dá pra falar aqui. É spoiler. 

8 – Além da Série A Chave Mestra você tem algum projeto em andamento ou em mente para o futuro?
Catalina Terrassa: Bem,  pretendo concluir  a  trilogia  Almas,  escrever  os últimos três  spin-offs de  Lua Escarlate, um livro chamado E Se?, que é um romance. Acho que vai ser o meu livro mais fofo. Também tem Bálsamo, que fala sobre mitologia (Infelizmente não dá pra falar em qual mitologia vou me focar) tudo que posso dizer, é que Bálsamo quase virou uma fanfic inspirada num filme. O negócio ficou tão bacana, que achei melhor alterar alguns detalhes que faziam parte do filme e dar um toque meio doido. Ah! E também tenho o meu projeto de ficção-cientifica. Uma coisa meio apocalíptica, mas sem zumbis ou problemas com o clima. 

9 – Você como autora independente encontra/encontrou dificuldade para divulgar e publicar suas obras? (Sabemos como isso é bem difícil para nossos autores nacionais,as editoras não têm dado chances...  Oportunidades e perdemos muitos talentos por causa disso).
Catalina Terrassa: Sei que talvez minha resposta vai soar um pouco petulante e convencida, mas eu prefiro ser independente. Não tive sorte com a editora que publicou meu primeiro livro, e fazer tudo por conta, acabou se tornando algo libertador. Posso controlar a diagramação e a capa,que foram os grandes problemas que enfrentei com a editora. A única coisa que sinto falta é de um bom revisor. Faço o meu melhor, mas sempre deixo algo passar.Sempre  recebo  propostas  de  editoras,  e  infelizmente  ainda  não  encontrei  uma que  me agrade.  A maioria exige pagamento por algo.  Não sou contra.  Acho que se a editora é pequena tem mais que cobrar.  Porém, não posso negar que o alcance dessas editoras é muito parecido com a de um autor que publica na Amazon ou Clube de Autores.
Se eu tiver que gastar para ver o livro publicado e não vou vê-lo em várias livrarias físicas,é melhor ficar com o Clube de Autores e Amazon. Pelo menos meu gasto será menor. Com relação a divulgação, eu quase não a faço. Não tenho muito tempo. Como todos os escritores, tenho o trabalho que paga as contas e o que me faz gastar (Que é o de escritora)A maior parte da divulgação vem de blogs. Sejam os parceiros ou não. Um dia procurei meu nome no google e encontrei cinco blogs divulgando meus livros. Foi numa semana que os deixei de graça na Amazon. 

10 – Bom deixe um recado para seus leitores e futuros leitores.
Catalina Terrassa: Comprem meus livros (Voz de hipnotizador)
Brincadeira, mas se alguém que leu essa entrevista e se interessar por alguns dos meus livros, façam uma visita no meu blog ou na minha fanpage. Sempre que a Amazon permite,disponibilizo meus livros gratuitamente. É versão e-book, mas dá pra baixar o aplicativo no PC. É fácil. Também, sempre que o dinheiro sobra compro uma versão impressa e faço um sorteio. Não me interesso tanto pelas vendas e sim, em leitores.
E mais uma vez obrigada pela oportunidade. Beijos!

Caso queira conhecer mais sobre a autora você pode visitar sua fan page clicando aqui ou sua pagina no blog clicando aqui. Se seu interesse for comprar um de seus livros é só clicar aqui e descobrir como compra-lo.

Para ler a resenha de Entorpecida clique aqui.

22 comentários:

  1. Olá!!!
    Não conhecia a autora e nem sua obra, mas gostei muito a entrevista, pude conhecer um pouco mais. Fiquei curiosa sobre a obra dela.
    Parabéns pela entrevista!

    Beijos
    http://www.sacudindoaspalavras.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, da uma olhadinha nas obras dela no Amazon sempre tem promoção além do preço ser super em conta <3 Obrigado.

      Excluir
  2. Ai nunca tinha ouvido falar dessa escritora. Super fofa ela.
    Seguindo :-)

    Inquietudes Secretas

    ResponderExcluir
  3. Ai nunca tinha ouvido falar dessa escritora. Super fofa ela.
    Seguindo :-)

    Inquietudes Secretas

    ResponderExcluir
  4. Ola Jess adorei a entrevista , não conhecia a autora nem seus livros , adorei as capas e o tema dos livro já estou indo pesquisar para ler. Muito sucesso a autora. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Joyce, pesquisa sim quem sabe não se interesse pelas obras, elas são super em conta no Amazon então da para ler sem deixar um rombo no orçamento *-*

      Excluir
  5. Oi!
    Muito legal a entrevista. Acho que pela primeira vez eu vi uma autora sendo beeem sincera sobre publicação independente no Brasil e fiquei admirada por isso. Eu nem imagino o quanto deve ser difícil para quem realmente ama escrever e ter que passar por todas as dificuldades. Ainda bem que tem os blogs, que estão sempre auxiliando.
    Sempre tive vontade de ler VA e depois da super indicação dela, dizendo que é melhor de vamps que ela já leu eu vou acabar correndo atrás mesmo. :)
    Espero ter a oportunidade de ler algum livro da Catalina em breve.

    Beijos.
    Blog Cantar Em Verso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Silvana, foi bem legal ela dar a opinião livre e sincera dela mesmo *-* Leia sim é uma ótima serie e mesmo eu ainda estando no terceiro livro já indico <3 Espero que tenha sim, vai adorar os livros dela *--*

      Excluir
  6. Adorei a "voz de hipnotizador"... rs... A entrevista ficou bem legal, e a autora é muito simpática, achei super válida a reflexão dela sobre publicar por uma editora ou ser independente, e concordo, dependendo da editora compensa mais para o autor investir na Amazon e no Clube de Autores mesmo. Tenho Entorpecida no kindle, mas ainda não consegui ler... espero conseguir fazer isso logo!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ju, ela é mesmo <3 também concordo com ela as vezes o autor se sai melhor em uma publicação independente do que com algumas editoras. Leia assim que tiver chance, tenho certeza que vai amar <3

      Excluir
  7. Oie, tudo bem?

    Adorei poder conhecer um pouquinho da autora. Acho que quando o autor é independente ele realmente pode chegar a falar que foi tudo fruto daquele trabalho, né? É dificil conseguir uma publicação em editora, infelizmente o mercado ainda é muito duro, mas acho que não se pode fechar. Editora traz mais visibilidade, sim

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Kel, isso nesse caso tudo depende só deles para dar certo ou não =)

      Excluir
  8. Oi, Jéssica!
    A autora é bastante simpática, gostei dela. No entanto, o gênero que ela escreve não me agrada, então provavelmente não terei contato com seus textos (a não ser que ela inove e venha a escrever algo diferente). Ao mesmo tempo que é ruim ficar sem casa editorial, pode ser uma boa o trabalho independente. Dependendo da editora, é melhor ficar sozinho do que mal-assessorado.
    Muito sucesso a ela, na Amazon, no Clube dos Autores ou em editora.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Giulia, ela é mesmo <3 Concordo dependendo de qual editora você vai trabalhar é melhor publicar independente...

      Excluir
  9. Olá, Jéssica!

    Eu não conhecia a autora nem sua obra, mas adorei a entrevista, embora o gênero do livro não faça o meu tipo. Sucesso à autora e para você também!

    Até logo,
    Sérgio H.

    www.decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Olá Jessica,
    eu simplesmente amei a entrevista. A autora diz se inspirar em Lilly, mas a própria autora contem esse jeitinho descontraído o que me agradou e muito. Pois vejo que ela é muito simpática, e bem engraçada.
    Sobre publicação, eu não acho convencida nem nada, mas se a net nos ajuda assim como a amazom, por que não ser independente?
    Eu adorei a entrevista(acho que já disse isso) e conhecer a obra, e por isso vou procurar por ela.

    Beijokas Ana Zuky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana, ela é mesmo <3 procure sim, ela faz varias promoções no Amazon o que pode ser bom para conhecer seus bebes...

      Excluir
  11. Oi, Jéssica! Tudo bem?!

    Não conhecia a autora. Aí vejo que tem muita gente produzindo e fico muito contente por isso. Nossa, que bom termos tantas opção de leitura, para todos os gosto. Também vejo que autores brasileiros estão produzindo muita coisas boas, não deixando nada a desejar, em relação aos estrangeiros.

    Beijos!
    http://www.osnosdarede.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nilda, sempre é bom termos essa diversidade mesmo <3 Nos temos ótimos autores que não são conhecidos e que só precisam ser valorizados...

      Excluir

Regras para os Comentários:

- Seja educado e não use palavras de baixo calão;
- Comentários hostis e racistas serão excluídos;
- Deixe o link do seu blog, pois retribuo todos os comentários;