[Resenha#74] O Teorema Katherine


Bom Dia!!! Esse mês teremos bastantes novidades e surpresas para vocês começando pelo que vocês já notaram que voltamos com o Top Comentarista do Blog, e mês que vem ele será especial pelo aniversario do blog <3 Grandes novidades para o mês de aniversario estão sendo preparadas.

Bom para minha primeira resenha do mês eu resolvi trazer um livro do John Green, ele esta sendo tão bem falado ultimamente que eu tinha que ler algo dele e como eu não achei A Culpa é das Estrelas na biblioteca resolvi ler O Teorema Katherine, além de compradora compulsiva também sou uma visitante constate da biblioteca do senac.


O Teorema KatherineTitulo: O Teorema Katherine  [SKOOB]
Autor: John Green
Quantidade de Páginas: 304
Editora:  Intrínseca 
Gênero: Literatura Estrangeira / Juvenil
Sinopse: Após seu mais recente e traumático pé na bunda - o décimo nono de sua ainda jovem vida, todos perpetrados por namoradas de nome Katherine - Colin Singleton resolve cair na estrada. Dirigindo o Rabecão de Satã, com seu caderninho de anotações no bolso e o melhor amigo no carona, o ex-criança prodígio, viciado em anagramas e PhD em levar o fora, descobre sua verdadeira missão: elaborar e comprovar o Teorema Fundamental da Previsibilidade das Katherines, que tornará possível antever, através da linguagem universal da matemática, o desfecho de qualquer relacionamento antes mesmo que as duas pessoas se conheçam.
Uma descoberta que vai entrar para a história, vai vingar séculos de injusta vantagem entre Terminantes e Terminados e, enfim, elevará Colin Singleton diretamente ao distinto posto de gênio da humanidade. Também, é claro, vai ajudá-lo a reconquistar sua garota. Ou, pelo menos, é isso o que ele espera.


Resenha

Colin é um garoto prodígio que foi criado para se tornar um gênio pelo seus pais, ele tem a mania de só namorar garotas que se chamem Katherine, sim tem que ser escrito dessa maneira não pode ser nenhum outro nome, ele já namorou 19 delas e a ultima como todas as anteriores terminou com ele.

"Você é uma pessoa muito especial . Colin ouvia muito aquela frase e, ainda assim, de alguma forma, não se cansava dela." Página 27

Arrasado pelo seu ultimo "fora" ele junto com seu melhor amigo Hassan, um gordinho super divertido e fofo, decidem sair de carro em uma viagem sem destino para que Colin melhore. Uma viagem sem destino que no final os levam para o destino perfeito a pacada cidade de Gutshot ondem conhecem a Lindsey, seus amigos e sua mãe que os convidam para trabalhar para ela, uma proposta irrecusável de 500 dólares por semana apena para gravar a historia dos morados da cidade.

Com Hassan, Lindsey e seus amigos Colin começa a descobrir mais sobre a vida e a valorizar a pequena cidade além é claro que escrever seu teorema que vai prever se as próximas Katherine terminaram com ele.

"Qual o sentido de estar vivo se você nem ao menos tenta fazer algo extraordinário?" Página 46

Uma historia sobre amores, objetivos e pressão para ser sempre mais que vai te conquistar, pelo menos me conquistou. Mesmo tendo uma escrita bem simples a narrativa não deixou nada a desejar, a cada pagina parecia que o protagonista estava contando a historia para você com as pequenas grandes notas de rodapé.

E para quem acha que não da para ter matemática em um bom livro de literatura esse te prova o contrario, pois o teorema segue o padrão matemático e não um aleatório, o autor teve a competência de buscar alguém especialista no assunto, como o mesmo comenta nos agradecimentos, para ter certeza que estaria correto oque ele estava escrevendo.

"E, sim, de novo, era exatamente isso. Um redigitador não um escritor. Um prodígio, não um gênio." Página 126

Esse foi o meu primeiro livro do autor e já com ele descobri porque tantos amo ele, sem duvida sua escrita simples e leve conquista os leitores e não os deixa cansados <3

A editora também esta de parabéns pela linda capa e diagramação do livro.

Nota:

(Ótimo)


- O Comentário nesta Postagem Vale 10 Pontos no TOP Comentarista de Novembro. Se ainda não esta Participando Clique AQUI e se inscreva para poder concorrer ao Livro Abafa! Fofocas Blogásticas de Sofia e um Kit com 30 Marcadores Diversos.

34 comentários:

  1. Own, eu já o li, e achei muito divertido *0* Além de ser uma fofura! Amo os personagens :3

    http://htmlandresources.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Jéssica. Estou louca para ler algum livro do João Verde, mas não tinha certeza se iria gostar. Todos me pareciam meio tristes demais, sabe! Mas agora com esse, já fiquei louca para lê-lo, pois parece ser bem mais leve que o ACDE. Adorei a resenha. Bjoks da Gica.

    umaleitoraaquariana.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é bem leve e não é nem um pouco pesado <3

      Excluir
  3. nunca li nenhum livro do john green, mas já ouvi muitos falando que a escrita dele é muito boa. Venho querendo ler "Quem é você, Alasca?", outro livro dele que muitos disseram ser ótimo, mas fico sempre adiando a leitura. Agora esse é mais um que vou adicionar a minha lista.

    kissus, winterofme.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A escrita dele não é fantástica como todos dizem e é até bem simples, mas pelo menos nesse livro a historia é muito boa e bem desenvolvida e isso é o que importa =) Também quero ler "Quem é você, Alasca?".

      Excluir
  4. John Green é o querido do momento. Eu ainda não li nada dele. Vi o filme A culpa é das estrelas, mas é outra linguagem, as comparações implica outras questões.

    Já li outras resenhas sobre O Teorema Katherine. Sempre elogiando.
    A premissa não me agrada muito, confesso.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é mesmo. Sim as linguagem é bem diferente em todos os casos, as vezes nem a historia se preserva nessas adaptações então não tem como comparar mesmo.

      Excluir
  5. Olá!

    Eu não sou nenhum pouco fã de John Green e já tenho um preconceito (eu sei, coisa feia) com os livros dele. E ainda saber que esse livro envolve matemática de verdade, aaaargh! já quero passar longe. Tenho certeza que vai ser o tipo de livro que eu abandonaria.

    Blog:
    Cantar Em Verso . Fbook Cantar em Verso
    Pessoal:
    Fbook . silvianecasemiro@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Silviane, também tinha certo preconceito, mas me deixei ler algo antes de jugar e escolhi muito bem porque amei o livro. O livro não é matemático e não é cheio de equações e nem nada do tipo apenas que ele pesquisou bem para quando o protagonista desenvolvesse o tal teorema não fosse todo inventado e sem fundamento.

      Excluir
  6. ah eu to querendo ler esse livro. acho a capa extremamente fofa.
    http://www.seguindoocoelhobrancoo.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Jéssica. Confesso que sou assim como você também, além da compulsividade, sou frequentadora assídua de biblioteca
    Eu ainda não li essa obra, só li um livro do Green, mas pretendo ler

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 6 livros para escolher, kit de marcadores e 3 ganhadores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, é um mal que só faz minha lista de leituras aumentar, mas ao mesmo tempo é bem legal entrar em uma biblioteca e ver milhares de possibilidade para sair da mesmice.
      Eu não li os outros livros dele para poder comparar, mas posso afirmar que esse foi muito bem desenvolvido e divertido <3

      Excluir
  8. Oi!
    Já li alguns livros do Green e adoro a escrita dele.
    Já estava há algum tempo querendo ler O Teorema Katherine, mas tinha visto alguns comentários sobre o livro se maçante. Estava com receio disso.
    Mas, ainda assim o livro está na minha lista de desejados.
    Beijos
    Construindo Estante || Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eliana, eu não conseguir lagar o livro e não achei ele nada maçante, mas por outro lado eu conheço algumas pessoas que o odiaram, então vai de pessoa para pessoa.

      Excluir
  9. Olá... tudo bem???

    Li desse autor A culpa é das estrelas e me senti completamente frustrada... mas amei o filme.... também estou com Cidade de Papel do mesmo autor esse livro me chamou atenção não sei porque, mas comprei e espero gostar porque não estou com muitas expectativas na leitura... sobre sua resenha...foi bem legal os pontos que você levanto, porém não tenho vontade de ler o livro... ele não me deu uma proposta boa de leitura... e acho melhor não arriscar... Mas que bom que gostou... e para você ele foi bom. Xero!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Diana, espero que goste sim, eu estou pensando em compra-lo também. Que pena que esse não despertou seu interesse, quem sabe um dia você não de uma chance para ele =)

      Excluir
  10. Oi.
    Ouvi dizer que esse livro é ótimo, e depois da tua resenha, estou pensando em começar a ler amanhã mesmo. Gostei muito da indicação, só fortaleceu a minha vontade.

    beijos.
    http://mundo-restrito.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Ola Jess ainda não li esse livro só leio elogios a ele , está em minha lista , que bom que gostou da leitura John costuma ser muito intenso em seus livros e esse pelo visto também. beijos lindona

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Joyce, gostei da maneira como ele desenvolveu a historia e se todos os livros dele seguir essa linha tenho certeza que vou gostar =)

      Excluir
  12. Colin, é um garoto incrível e desdo começo fiquei torcendo para ele encontar uma garota diferente de todas as Katherines, e quando ele embarca em uma viagem junto de seu melhor amigo Hassan, me diverti bastante com suas loucuras dentro do Rabecão de Satã, me imaginei naquela situação deles, viajando contra o tempo. Fico feliz quando vejo que as Ketherines o levaram a essa viagem maluca para comprovar o Teorema e finalmente conhecer sua Lindsey *--* Engraçado, divertido e um ótimo final <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é mesmo, também torcia para que ele encontrasse alguém que o compreendesse <3 Não tem como não se divertir com esse dois, o final é perfeito <3 É bom ver que mais alguém gostou do livro, ultimamente só vejo resenha negativas dele...

      Excluir
  13. Olá, moça.
    Estou já com o meu exemplar do livro aqui em casa para ler. Confesso que adoro o autor, e saber que a trama desse não é ruim, como tantos falam, não é verdade, já que gostasse. Esse é o ultimo livro solo do John Green que ainda não devorei, e espero muito poder gostar tanto quanto gostei dos demais livros que li do autor, e desejo que você possa ler em breve os demais.

    Att,
    decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Pedro, ainda não li outros livros dele, mas esse posso afirmar que tem uma ótima trama e espero que você goste da leitura também.

      Excluir
  14. Como eu disse, achei esse livro meio bosta... USHAHUSHUSHU... Mas a capa é bonita, por isso chama atenção... Eu só achei ruim por causa do enredo, muito mal feito, sem nenhuma coisa que o diferencie (no caso de A culpa é das Estrelas, duas pessoas com câncer se amam e fazem coisas extraordinárias, e isso nunca havia sido visto antes...) Não que a estória de OTK tenha sido vista... Mas, ahh... Eu não consigo entender como alguém pode gostar D: SAHUSAHUSHU... Tem partes engraçadas, mas... Lixo ASAUHUHHUS Que bom q vc gostou! Beeeeeeeijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As vezes temos opiniões iguais no clube do livro, mas esse conseguimos ter opiniões bem divergentes *o* Mas é bom ter gostos diferentes, se não o mundo não teria graça <3

      Excluir
  15. Gente, como assim não tinha A Culpa é das Estrelas na biblioteca? De repente estava emprestado, né? A escrita do John é mesmo simples e leve, só li ACEDE dele, mas também me apaixonei logo de cara, e pretendo ler os outros livros já lançados. Achei muito legal ele procurar um especialista pra ter certeza de que não estava escrevendo nada errado.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estava sim, nunca quando eu vou lá ele esta disponível =/ Foi uma ótima ideia dele mesmo procurar um matemático porque é chato ter algo escrito que não tem nenhuma relação com a verdade pelo menos em matemática =)

      Excluir
  16. Oi Jess,

    Sabe que li várias resenhas deste livro, fiquei tentada a compra-lo algumas vezes e acabei desistindo, mas lendo sua resenha fui convencida de que é uma leitura que vale a pena, então já para a minha lista de desejos.

    Gosto de obras que informa, desafia e diverte e parece que esta é uma delas. Gostei muito do quote: "Qual o sentido de estar vivo se você nem ao menos tenta fazer algo extraordinário." É uma bela frase para provocar algumas reflexões interessantes ou provocar algumas inquietações.

    Beijos
    Tânia Bueno
    www.facesdaleiturataniabueno.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tania, pelo menos eu acho que é um livro que super vale a pena ser lido <3 Esse quote é muito bom mesmo e tem esse ar de provocação.

      Excluir
  17. Oi Jéssica, tudo bem? Do John Green só li "A Culpa é das Estrelas" e "Will & Will" e não tenho exatamente muita vontade de ler os outros, mas quem sabe um dia... a ideia do teorema parece ser bastante interessante e deve ser legal essa mistura de matemática/probabilidades e literatura.

    Adorei os quotes que você destacou!!

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  18. Oieee, tudo bem? Eu tenho este livro aqui na minha estante, mas nunca tive curiosidade em ler. Quero começar a ler os livros do autor pela A Culpa é das Estrelas, eu assisti o filme e amei de coração, não vejo a hora de ler o livro. O que eu mais achei interessante na sua resenha foi a parte que vc citou o uso da matemática no livro, achei isso bem interessante e peculiar kkkkk. Não sei quando lerei este livro, mas espero que quando eu ler, eu goste rs, Abraços.

    ResponderExcluir

Regras para os Comentários:

- Seja educado e não use palavras de baixo calão;
- Comentários hostis e racistas serão excluídos;
- Deixe o link do seu blog, pois retribuo todos os comentários;